fbpx
was successfully added to your cart.

Carrinho

Category

Uncategorized

ESTABILIDADE PROFISSIONAL: O QUE NUNCA NINGUÉM ME CONTOU SOBRE ISSO

By | Uncategorized | No Comments

Você sente necessidade de estabilidade profissional, financeira, afetiva e até mesmo emocional?

Você não está só!

A maior parte das pessoas buscam segurança. Buscamos segurança em todas as áreas da vida, isso é uma linha muito tênue com a estabilidade.

Afinal, queremos nos sentir estáveis!

Se você quer saber mais sobre esse assunto, continue lendo e aperte o cinto de segurança, vamos decolar e viajar para dentro das suas emoções…

estabilidade profissional

Momento de Refletir

Antes de entrar diretamente nesse tema eu separei aqui uma lista de perguntas para você responder:

  1. O que significa estabilidade?
  2. O que é um relacionamento estável?
  3. O que devo entender por saúde estável?
  4. Como ter um emprego estável?

Tem mais, vamos lá!

  1. O que você entende quando alguém diz que as coisas estão estáveis?
  2. Ou quando alguém diz que o fulano está na UTI, mas está estável?
  3. Eu vivo em uma união estável!
  4. Sou concursado e tenho estabilidade profissional!

Desde quando estabilidade é algo totalmente bom?

Você acredita que uma pessoa estável sente o coração vibrar, se sente feliz será que se sente mesmo realizado?

Eu entendo que estabilidade tem a ver com foco, no que é prioridade para na sua vida.

A sensação de estabilidade tem a ver com proteção. Quando estávamos no útero de nossa mãe, nos sentíamos protegidos. Chegamos a este mundo e parece que a qualquer momento, tudo que temos e somos pode mudar ou desmoronar.

Sim, temos uma região cerebral que ao mesmo tempo que nos protege, faz com que sintamos esse sentimento de instabilidade.

Mas o ponto mais importante é saber como se sentir bem, independente das situações. Alguns chamam de equilíbrio emocional.

Desde que me conheço por gente, pensava que precisava de “estabilidade profissional”.

Estudei muito para concursos, passei em vários e me exonerei de alguns. Trabalhei em grandes empresas, pedi demissão para assumir outro concurso porque teria ” estabilidade”.

Eu pensava que depois de alguns anos iria me aposentar naquele cargo e usufruiria todas as vantagens que um cargo público nos dá.

Mas, o mundo mudou e continua em transformação.

Cada vez mais as pessoas estão empreendendo, pois chegou a cultura de olhamos mais para nossos pontos fortes do que os fracos.

Já era tempo! Com isso, muitas pessoas descobriram habilidades preciosas e passaram a empreender. Ainda temos uma cultura a mudar: que o empreendedorismo não dá trabalho. Se não houver dedicação, empenho, se você não acreditar no seu sonho, em você mesmo e amor no que faz, não acontece.

Daí caímos nas estatísticas novamente que não dá para empreender nesse país e voltamos a buscar o “emprego estável.”

Mudei Tudo

Nessa minha caminhada do autoconhecimento cheguei a uma conclusão: o Universo não é estável. Somos surpreendidos a todo momento.

E a grande pergunta é: até quando nós, seres mortais, ficaremos buscando estabilidade nessa vida?

Há dois anos fundei a AtivaMente Assessoria porque senti que eu precisava ser quem eu realmente sou, precisava cumprir meu propósito de ensinar as pessoas alcançar seus objetivos pessoais, através do conhecimento do potencial cerebral, sem criar dependência profissional.

Conciliava minha profissão de treinadora mental com a de professora e psicopedagoga. Não tenho mais como. Precisei focar e ver o que realmente faz meu coração vibrar e onde consigo ver mais a transformação nas pessoas.

Percebi que não é ensinando língua portuguesa que vou fazer a diferença na vida de milhares de pessoas. Confesso que essa minha parte sonhadora de educadora querendo mudar o mundo, deu lugar a educadora de emoções, eu percebo que o mundo está mais carente e perdido nessa área e sinceramente, sinto que minha contribuição é maior.

Ainda sonho em reprogramar a mente de cada professor que entra para uma turma de alunos cheios de energia, só pensando em que acabe o período, acabe o ano letivo, acabe os 25 anos…continuo na utopia. Mas acredito que a educação é a única maneira de evolução: dos alunos, dos pais, dos professores, da sociedade.

E a educação mais importante é a educação emocional!

Ainda sonho em ver essa disciplina nos currículos escolares, pois é a única que o Sr. Google não pode responder porque para cada um, as respostas são diferentes e únicas e só são encontradas pesquisando dentro de si mesmos.

Nesse mês pedi mais uma exoneração de um emprego “estável”. Depois de 18 anos deixei de ser professora em escolas.

Sinto que o que me fascina na profissão de educadora emocional é o processo aprendizagem – ensinagem e entendo que sempre aprendo muito com cada pessoa que chega na minha vida.

E tenha certeza, eu sou muito grata a isso!

Percebo o quanto meu aluno pré adolescente me ensina e quanto o meu assessorado me mostra. Coisas que só quem acredita que educação é uma troca e quem ama estudar e aprender, entende.

Novo Conceito de Estabilidade Profissional

Hoje entendo que a sonhada estabilidade profissional é, para mim, um novo conceito: é sentir-me equilibrada em corpo, mente, alma e propósito de vida! Assim me sinto “estável”.

Entendo que minha estabilidade emocional faz com que tenha estabilidade financeira. Consigo atrair o que estou emanando e a minha estabilidade não depende de nada, nem de ninguém.

Hoje sou empreendedora de projetos, de sonhos, de vidas e isso me dá uma alegria empolgante. Sinto essa conexão imediatamente com quem se conecta com também buscar uma vida mais e leve e feliz.

Esse texto que era só para você refletir sobre o desejo de “estabilidade profissional” tomou um caráter muito pessoal.

Sem problemas! Estou compartilhando um pouco da minha história, dos meus pensamentos porque quero provocar que você pense sobre isso.

Em um evento recente sobre inovação, foi dito que chegaremos a ter em média 18 carreiras durante a vida. Isso é ótimo, não precisamos mais ficar em uma profissão, a qual nos formamos e acreditamos que teremos de nos aposentar nela.

Aposentar? Não, eu não desejo isso!

Já que cada vez somos mais empreendedores e sempre temos muito a aprender e ensinar.

Espero que com você também seja assim.

Minha experiência me mostrou que a estabilidade nos deixa acomodados, sem prazer, o mundo fica desbotado, então desejo que você ouça sua essência e não tenha medo de (re)começar.

Mantenha o foco!

Espero que tenha uma “estabilidade profissional provisória”: somente enquanto te fizer feliz!

E seu coração vibrar!

Obrigada por ter chego até aqui, desejo que esse texto tenha feito algum sentido para você.

Se gostou, compartilha com alguém que você ama e está precisando saber disso também.

Um grande abraço,

Luciana Rodrigues