fbpx
was successfully added to your cart.

Carrinho

All Posts By

admin

Empreendedorismo como forma de vida: adote um estilo de vida otimizado e promissor

By | Autoconhecimento | No Comments

O empreendedorismo como forma de vida é uma proposta de estilo de vida aonde o sujeito passa a ter atitudes muito mais focadas e realizadoras.

Se você acredita que o empreendedorismo é só para quem comanda uma empresa ou comércio, permita-me abrir um pouco a sua mente e introduzir uma nova idéia: que tal investir em você e nos seus sonhos?

Após a leitura deste artigo, você será capaz de compreender como esse estilo de vida é capaz de transformar a sua mentalidade e sua vida para melhor.

Confira mais a respeito:

O que é Empreendedorismo : definição e prática

Empreendedorismo por definição significa:

  1. Ter pré-disposição para idealizar, organizar e executar projetos
  2. Ter iniciativa de implementar novos projetos e métodos – ou mudar a forma de atuação em empreendimentos já existentes

Em poucas palavras, adotar o empreendedorismo como forma de vida é desprender um olhar mais organizacional e otimizador para as diferentes áreas da sua vida.

É também manifestar não apenas o desejo de melhorar de situação, mas atitudes definitivas e potentes para isso.

Empreender, nesse aspecto, significa tomar a responsabilidade necessária e  investir nos seus sonhos e desejos. Além de ter o compromisso em avaliar o que vai bem e o que pode melhorar na sua vida.

Não é pouco comum que pessoas sintam-se dependentes da motivação para tomar determinadas decisões e ações em suas vidas sem entender que a motivação não é algo que se sustenta.

Elas desistem de seus planos e sonhos, de si próprias, simplesmente porque lhes falta a disciplina e ajustes comportamentais que são absolutamente possíveis e treináveis.

Como adotar uma postura de vida empreendedora: exemplos e dicas

Se você está se perguntando como aplicar o empreendedorismo como forma de vida no seu comportamento e rotina, aqui vão alguns exemplos e dicas:

  1. Considere fazer terapia. É importante você iniciar um processo de autoconhecimento e autoavaliação, se possível com orientação especializada, porque nossas maiores limitações estão dentro de nós mesmos e primeiro você precisa identificá-las para então resolvê-las.
  2. Considere estabelecer para si algumas metas e tente criar um plano de ação para executá-las. Inclua pequenas ações no dia a dia e a avaliação do desempenho dessas ações após um prazo determinado. Um mês, por exemplo. Você verá que pequenas ações realizadas com constância resultam em progresso, não importa qual a área da sua vida.
  3. Mantenha-se em atividade. Pratique exercícios físicos e cuide da sua saúde. Aprenda coisas novas e estimule o seu cérebro a ter novos desafios e a associar coisas diferentes. Isso estimulará a sua criatividade, sua habilidade de interpretar situações e manifestar novos sentidos para a sua vida.

Adquirir uma postura empreendedora pode parecer algo ousado, mas talvez seja exatamente o empurrãozinho que está faltando para você melhorar de vida e conquistar seus sonhos.

Não deixe a ansiedade paralizar você

Adotar o empreendedorismo como forma de vida é investir em você mesmo, na sua saúde e bem-estar. E, principalmente, investir no futuro que você deseja para você.

Se você tem lidado com sentimentos negativos, repetitivos e sente que a ansiedade está paralisando você, saiba que você pode realizar o curso Laboratório do Pensamento.

Neste curso, você aprenderá técnicas específicas para interromper o pensamento repetitivo.

Acesse também a lista de transmissão gratuita para receber áudios explicativos sobre como pensamos e sentimos, justamente para compreender melhor o que pode estar sabotando você.

Basta se inscrever através do link!

Elimine a procrastinação, a ansiedade, a estagnação e a tristeza dos seus dias adotando o empreendedorismo como forma de vida.

Terapias Energéticas, o que são e quais os benefícios

By | Equilíbrio Emocional | No Comments

As terapias energéticas estão ajudando muitas pessoas a melhorarem sua qualidade de vida.  Além de identificá-las, você descobrirá agora quais são os benefícios que promovem para a sáude e bem-estar.

Se você está buscando ter mais saúde e equilíbrio na sua vida, saiba que experimentar alguma modalidade desse tipo de terapia pode trazer muita melhora para questões físicas, emocionais e psíquicas.

As terapias energéticas cada vez mais ganham respeito, espaço e relevância na sociedade, dados os tipos de resultados e vantagens que trazem para a vida das pessoas.

Conheça mais a respeito das terapias a seguir:

O que são as terapias enérgicas

Entenda agora do que se tratam as terapias:

As terapias energéticas nada mais são do que práticas que funcionam como métodos de harmonização energética, que visam o equilíbrio para manter e ou recuperar a saúde de um invidíduo.

Essas terapias se baseiam em formas naturais de repor a energia de uma pessoa com o intuito de reduzir sofrimentos físicos e mentais, como estresse, depressão, ansiedade e demais transtornos psiquicoemocionais.

Outro intuito das terapias energéticas é justamente despertar o poder pessoal ao promover mais autoconhecimento e consciência. É possível através delas compreender, acessar, modificar e potencializar a energia.

Tipos de terapia energética e benefícios

Conheça alguns tipos de terapias energéticas e os seus benefícios:

  • Reiki
  • Aromaterapia
  • Acunpuntura
  • ThetaHealing
  • Terapia Multidimensional
  • Cromoterapia
  • Ventosas
  • Reflexologia Podal
  • Massagens
  • Alinhamento de Chackas

As terapias energéticas tem em sua maioria origem oriental e muitas são praticadas tendo em vista uma forma holística de ver a vida e o próprio corpo humano, bem como as suas questões.

Muitas também estão inseridas na visão da Medicina Tradicional Chinesa, que hoje é um campo muito estudado e respeitado na área da saúde.

Muitas pessoas investem nas terapias energéticas para ter mais saúde e disposição do seu dia a dia.

Elas também funcionam como tratamentos coadjuvantes para uma série de condições e doenças que acometem a saúde das pessoas e derrubam a sua autoestima e vitalidade.

Listamos aqui alguns dos principais benefícios das terapias energéticas para a vida das pessoas que adotam essas práticas como estilo de vida:

  • Ajuda a combater o estresse, a depressão e a ansiedade
  • Ajuda a pessoa a se conhecer melhor, conhecer o seu corpo e seus processos mentais
  • Ajuda a pessoa a ter mais qualidade de vida, qualidade de sono, de hábitos alimentares
  • Ajuda a pessoa a se relacionar melhor com as pessoas e o mundo ao seu redor
  • Promove descanso e sensação de prazer e relaxamento para o corpo
  • Alivia dores e tensões
  • Promove o conceito de mindfulness – que consiste em viver no presente
  • Permite que a pessoa tenha um contato maior com a natureza
  • São métodos naturais, na maioria não invasivos e não oferecem riscos nem efeitos colaterais
  • Qualquer pessoa de qualquer idade pode realizar, não existe contra indicação

Terapias energéticas e o combate à ansiedade e depressão

As terapias energéticas são com certeza, grandes aliadas da nossa saúde e bem-estar.

Há um tempo atrás, elas eram vistas apenas como artigo de luxo mas hoje tem cada vez mais ganhado espaço no dia a dia das pessoas e o respeito que merecem no âmbito da saúde e qualidade de vida.

Caso você tenha interesse em, além de otimizar a sua vida com as terapias energéticas, conhecer melhor como funcionam nossos sentimentos e pensamentos, increva-se na lista de transmissão gratuita para ter acesso aos áudios explicativos.

Se você anda se sentindo muito cansado, desmotivado e sem energia, considere adotar para a sua vida alguma ou mais de uma dessas terapias energéticas.

viver no presente

Como fazer para estar viver no presente

By | Equilíbrio Emocional | No Comments

Sua relação com o tempo diz muito sobre sua saúde e viver no presente é decisivo para sua qualidade de vida.

Parece pleonasmo mas é uma realidade do cotidiano dos tempos atuais: as pessoas estão vivendo fora do tempo.

Ou muito entristecidas e inconformadas com o passado, ou muito preocupadas e chateadas em relação ao futuro.

Mas e o hoje? O que você está perdendo de bom e de possível no dia de hoje por olhar para outro lugar e tempo na sua vida que não é possível acessar?

Já parou para pensar nisso?

Confira mais sobre viver no presente e o que você precisa fazer para conseguir ter mais felicidade nos seus dias:

Viver no presente é preciso

O passado é um lugar onde tudo o que aconteceu de bom e de ruim nos permitiu estar aqui hoje.

O futuro é uma terra incerta que depende de muitas coisas, mas, principalmente, do dia de hoje.

Entenda:

  • Viver no passado é um traço associado à depressão. Ao sentimento de não conseguir superar fatos e traumas e ter dificuldade de seguir em frente com uma postura positiva.
  • Já viver no futuro é um traço associado à ansiedade. Ao sentimento de preocupação e antecipação que tira a pessoa do seu estado de paz e equilíbrio.

A relação da nossa sociedade com o tempo tem se tornado cada vez mais área de estudo principalmente depois do advento da internet e das tecnologias que trouxeram para a realidade um imediatismo.

A vida acelerada tem causado muitos prejuízos em termos emocionais e psíquicos para as pessoas. E viver no presente passou a ser um tema a ser reaprendido e ressignificado.

O que fazer para adotar uma forma de viver mais focada no presente

Pensando em todos os problemas que viver no passado ou no futuro causam, surgiu uma linha de pensamento nova focada no bem-estar e na saúde mental que se chama “Mindfulness”.

Essa linha de pensamento, na verdade, reúne uma prática onde as pessoas adotam hábitos que as colocam em contato com o presente, desligando-se das frustrações em relação ao passado e às preocupações em relação ao futuro.

Para adotar hábitos de uma vida mais saudável, em que você passa a viver no presente você pode:

  • Praticar meditação
  • Realizar exercícios de respiração
  • Utilizar terapias energéticas
  • Iniciar psicoterapia
  • Praticar uma atividade física ou aprender a tocar um instrumento
  • Realizar treinos cognitivos específicos
  • Praticar Yoga

É importante estar atento a tudo o que está a seu redor e admirar a beleza no dia, o prazer de estar na companhia das pessoas e de si mesmo.

Você passará a ter mais alegria e gratidão nos seus dias. Vai saborear melhor o gosto da comida. Vai aproveitar o dia o melhor que puder, e principalmente, com mais saúde e equilíbrio na sua mente.

Sem maiores ilusões sobre um passado possível e expectativas idealistas para o futuro.

Elimine a ansiedade da sua vida e aprenda a viver no presente

Se você está lidando com ansiedade e depressão, saiba que o curso Laboratório do Pensamento pode te ajudar a viver no presente com mais equilíbrio e autocontrole.

Neste curso você vai aprender como eliminar os pensamentos repetitivos e a ter mais qualidade de vida eliminando a ansiedade.

Se tiver interesse, você também pode se inscrever na lista de transmissão gratuita de áudios nos quais eu explico como nosso cérebro processa nossos sentimentos e pensamentos.

Basta acessar este link para se inscrever!

Aprenda a eliminar a ansiedade da sua vida e a viver no presente com mais equilíbrio, saúde e felicidade nos seus dias.

Lidando com o medo

By | Autoconhecimento | No Comments

Viver uma vida mais saudável e plena é possível ainda que você esteja lidando com o medo no seu dia a dia.

O medo é uma resposta natural à estímulos ameaçadores. Ele está ligado ao que podemos chamar de instinto de preservação.

É normal sentir medo, mas não o tempo todo, não de coisas que, não fosse um quadro de ansiedade ou de pânico, você não sentiria talvez nem uma preocupação.

Então vamos entender melhor sobre a presença do medo em nossas vidas e como agir para viver de forma mais plena e feliz?

Como perder o medo do dentista

Entenda o seu medo

Como mencionei acima, o medo está ligado ao nosso instinto de preservação.

O Medo é uma emoção. E uma das 5 emoções básicas de toda a espécie humana:

  • Medo – Raiva – Tristeza – Alegria – Afeto

Se você está lidando com o medo, a primeira coisa a se entender é que esta é uma emoção básica, que todo ser humano sente e você não está sozinho e nem é alguém de menor valor por causa disso.

Nossas emoções podem se tornar complicadas dadas nossas experiências de vida, principalmente se passamos por situações traumáticas, abandonos e crises.

Essas emoções podem ser associadas à acontecimentos, à objetos e situações das mais diversas e podem ser acionadas por algo que nos faça lembrar delas.

As vezes um medo pode ser tão forte e percebido com tanta presença que a pessoa já não sabe mais identificar do que realmente ela tem medo. Ela se sente impotente e sem controle de sua própria vida.

O medo é sim dominador. Ele tem esse poder de paralisar uma pessoa ou obrigá-la a desempenhar determinadas atitudes.

O medo é utilizado como estratégia de poder, de governo, de guerra a milhares de anos. E a nossa mente pode sim, assumir esse papel de predadora.

Porém viver com medo não é viver.

Os prejuízos que uma pessoa que está lidando com o medo de forma constante em sua vida são muito grandes.

Principalmente para a saúde e qualidade de vida. Pois a pessoa com certeza vai desenvolver um quadro de ansiedade, estresse e até de pânico.

Você está se identificando com essas situações?

Saiba que é possível resolver!

Dicas de como aplacar o medo na hora de uma crise

O que uma pessoa que está lidando com o medo pode fazer para se sentir melhor?

Para essa pergunta, trago aqui uma lista com algumas dicas que podem ajudar! Confira:

  1. Respire fundo e lentamente: oxigenar o cérebro ajuda a ter mais clareza
  2. Identifique quais são as suas preocupações reais
  3. Não tome nenhuma decisão bruscamente
  4. Procure manter distância do estímulo, se for físico
  5. Beba um copo de água lentamente e faça uma mentalização (você pode recitar um mantra, uma oração, realizar uma contagem ou um treino cognitivo específico, como afirmações positivas)
  6. Quando mais calmo, analise o seu medo e busque autoconhecimento e ajuda profissional

Aprenda técnicas para eliminar os pensamentos repetitivos

Se você está lidando com o medo de forma constante nos seus dias, esse pode ser um indício de ansiedade.

O curso Laboratório do Pensamento é ideal para quem quer aprender como eliminar os pensamentos repetitivos intrusivos para ter uma vida mais plena e saudável.

Você também pode acessar a nossa lista de transmissão gratuita para receber áudios onde abordo o tema “Como pensamos e sentimos” para você poder entender melhor a natureza de suas emoções a aprender a não ser dominado por elas.

Você pode ter uma vida mais plena e saudável lidando com o medo da forma adequada! Acesse e confira os conteúdos!

Como antecipar os sintomas da ansiedade e não explodir

By | Autoconhecimento, Equilíbrio Emocional | No Comments

Os  sintomas da ansiedade podem vir a prejudicar muito a vida das pessoas e nem todos sabem identificá-los.

É muito importante trazer mais conhecimento acerca desta queixa porque ela vem crescendo cada vez mais no mundo todo, principalmente no Brasil.

A população mais acometida pela ansiedade ainda é a população de mulheres, mas também crescem os índices desse transtorno na população masculina e as consequências são penosas e danosas para indivíduos e sociedade.

Entenda do que se trata a Ansiedade

Os sintomas da ansiedade hoje são considerados indesejáveis porque o mundo mudou em nossa história evolutiva.

À priori, precisamos entender que a Ansiedade é uma manifestação fisiológica dado um estímulo de ameaça que gera respostas no organismo para que o indivíduo possa reagir à, ou fugir de um perigo iminente.

Só foi possível sobrevivermos e evoluirmos como espécie por causa desses mecanismos adaptativos que nos permitiram resolver os problemas de viver na natureza hostil.

Hoje, as coisas são bem diferentes.

A ansiedade como transtorno na atualidade:

Hoje em dia a grande maioria das pessoas e sociedades não precisa lidar com os perigos de viver na selva ou mesmo em uma guerra.

Os perigos que enfrentamos no dia a dia acabam sendo ameaças veladas, não materializadas, propriamente falando.

As questões que nos assombram e nos causam preocupação e estresse relativo ao nosso instinto de sobrevivência são os prazos, a falta de dinheiro, as contas, o tráfego, o volume de trabalho e responsabilidades, desafetos nas relações e coisas que dificilmente desaparecem da nossa mente.

Acontece que a ansiedade elicia a produção e liberação do hormônio cortisol no organismo, quee só é benéfico para lidar com situações de perigo iminente. Quando o perigo acaba, a liberação do hormônio cessa.

E é importante que seja assim porque a liberação contínua de cortisol no corpo é tóxica. Ela inibe processos naturais do organismo e gera um estado de alerta constante onde a pessoa não consegue se desligar da sensação de perigo.

Isso gera prejuízo para a qualidade do sono e consequentemente da digestão, da imunidade, da concentração e memória e todas as demais funções executivas do cérebro.

O prejuízo emocional é grande, pois a pessoa fica cada vez mais deprimida, estressada e frustrada. Com sentimentos negativos de muita impotência e medo.

Aprenda a identificar os sintomas da ansiedade:

É muito importante que você saiba reconhecer os sintomas da ansiedade para poder, inclusive, entender se o que está ocorrendo é uma situação episódica ou se há um padrão instalado no comportamento.

Não podemos nos furtar dos sentimentos e emoções humanas dados os acontecimentos no nosso meio externo, o mundo ao nosso redor, e no meio interno, nosso mundo interior.

Mas precisamos identificar quando algo fugiu da norma e passou a ser danoso para nossa saúde.

Os sintomas da ansiedade podem aparecer de diversas formas, e os mais comuns são:

  • Sentimento de tensão e preocupação excessiva
  • Pensamentos repetitivos, impossibilidade de esquecer ou raciocinar em relação à um problema
  • Irritabilidade e sensibilidade excessiva
  • Insônia e recorrência de pesadelos
  • Dores no estômago, palpitação, dificuldade para respirar e suor frio
  • Tremedeira, boca seca e extremidades do corpo frias (mãos geladas)

Elimine a Ansiedade da sua vida e adquira uma vida mais feliz

Os sintomas da ansiedade estão se tornando incontroláveis para você?

Conheça o curso Laboratório do Pensamento. Neste curso, você aprenderá técnicas para cessar os pensamentos repetitivos.

Ao se inscrever na lista de transmissão gratuita você recebe áudios explicativos sobre como pensamos e sentimos.

Acesse mais conteúdos exclusivos para aprender a antecipar os sintomas da ansiedade antes de uma crise!

Porque precisamos da aprovação dos outros

By | Equilíbrio Emocional | No Comments

A necessidade de aprovação dos outros é uma premissa que causa muito assombro no que diz respeito às nossas relações interpessoais.

Vivemos em sociedade e buscamos aceitação e identificação dos nossos pares.

Sentir-se parte de algo, ou pertencente a um grupo, ou causa é uma busca que, se por um lado pode ser muito realizadora e acolhedora, por outro, pode gerar muito sofrimento e frustração.

Que tal aprender mais sobre como administrar essa necessidade de aprovação dos outros e viver uma vida mais plena e satisfatória?

Todos queremos ser aceitos e amados

Os seres humanos precisam uns dos outros para sobreviverem.

Sentimentos de identificação, acolhimento e amor são fundamentais para nossa qualidade de vida e bem estar social.

Querer a aprovação dos outros, nesse ponto de vista, não é necessariamente um problema.

Faz parte de um processo de identificação pessoal considerado normal, principalmente ao longo do crescimento e na adolescência, quando estamos descobrindo quem somos e definindo nossa personalidade e interesses.

Todavia, é importante entender que quando essa necessidade se torna uma preocupação constante, ou até mesmo uma prioridade, ela passa a ser disfuncional.

Esse sentimento pode surgir em decorrência de fatores na história de vida da pessoa que geram muito medo do abandono.

E essa pessoa vai encontrar muita dificuldade de estabelecer limites saudáveis em seus relacionamentos, pois estará sempre dividida entre suas próprias necessidades e as necessidades dos outros.

Não raramente se colocando em segundo lugar e até mesmo se anulando, sendo incapaz de defender seus interesses e sua integridade emocional e psicológica.

Você tem se sentido refém do medo de não ser amado ou aceito pelas pessoas e sente necessidade de agradar a todos, talvez até mesmo anulando suas próprias necessidades e desejos?

Quando a necessidade de aprovação se torna um problema

A necessidade de aprovação dos outros se torna um problema quando o indivíduo tem dificuldade de estabelecer limites em suas relações e perde a referência de si mesmo, anulando sua autenticidade e personalidade.

Vale a pena considerar:

  • Você tem identificado nas suas relações que você se doa demais e sente que precisa agradar a todos para não ficar sozinho ou para não decepcionar ninguém?
  • Você se sente inseguro ao dar sua opinião e se sente mal por discordar de alguém?
  • Você sente dificuldade de dizer não para as pessoas e acaba fazendo coisas que não queria fazer realmente e acaba se sentindo prejudicado por isso?
  • Você tem uma preocupação excessiva com sua aparência e com a opinião dos outros sobre você?
  • Sente que a possibilidade de receber críticas é algo que gera preocupação e ansiedade e por vezes prefere ficar calado e não expressar o que sente e pensa?

Se a sua resposta foi sim, para uma ou mais dessas perguntas, a necessidade de aprovação dos outros pode estar tomando uma proporção prejudicial para você e seus relacionamentos.

Como melhorar a qualidade dos meus relacionamentos

A saúde dos nossos relacionamentos diz respeito, em primeiro lugar, à relação que temos com nós mesmos.

A verdade é que se você sente dificuldade de amar e aceitar a si próprio, nos seus relacionamentos não será diferente.

É por isso que o curso Descomplica Relacionamentos é  ideal para quem busca melhorar esse  relacionamento consigo mesmo e os relacionamentos amorosos e interpessoais.

Você ainda pode se inscrever na nossa lista de transmissão gratuita, através da qual você vai receber áudios sobre como pensamos e sentimos que vão te ajudar a se posicionar melhor em relação aos seus pares.

Aprenda a lidar com a necessidade de aprovação dos outros e viva uma vida mais plena!

Como lidar com a autossabotagem

By | Autoconhecimento | No Comments

A autossabotagem pode ser entendida como um mecanismo de fuga muito comum nos seres humanos. Ela é acionada como uma forma de autopreservação.

Todavia, trata-se de uma forma disfuncional de “resolver problemas” que gera muito prejuízo para a qualidade de vida e principalmente para os relacionamentos de uma pessoa.

É o famoso “tiro no pé” que, em maior ou menor grau, prejudica as oportunidades de crescimento, felicidade e satisfação do indivíduo – seja em relação a si próprio ou seus relacionamentos amorosos, profissionais e interpessoais no geral.

Aprenda como identificar e resolver:

O que é Auto Sabotagem

A auto sabotagem acontece quando, por medo de uma frustração ou um resultado insatisfatório, a pessoa prefere nem mesmo tentar realizar um empreendimento, seja ele de qualquer ordem.

Mais inconscientemente do que conscientemente, esse mecanismo mina as oportunidades de crescimento do sujeito, bem como sua autoconfiança. Prejudica suas realizações e seus relacionamentos.

Ele pode ser entendido como um comportamento de fuga, onde a pessoa tenta anular a situação para não ter de lidar com um possível desfecho frustrante.

Seja por não se sentir capaz de enfrentar um desafio ou ainda, por não se sentir merecedora de coisas que julga serem boas demais para ela.

De qualquer forma a autossabotagem gera frustrações inúmeras e pode ir se instalando na vida de uma pessoa como um comportamento operante e recorrente.

Ela passa a impedir essa pessoa de atingir seus objetivos, de crescer e assumir responsabilidades e de realizar suas aspirações, até mesmo a impedindo de viver aquele amor dos seus sonhos por medo.

Essa é a realidade de muitas pessoas que podem  vir a se deparar com diversas situações em suas vidas em que o medo da frustração se torna maior que a vontade de realização, gerando assim muito sentimento de incapacidade, impotência, baixa autoestima e sofrimento.

Você já chegou a identificar alguma vez alguma situação em sua vida em que você acabou abrindo mão de uma oportunidade e se prejudicando por medo de não conseguir um resultado satisfatório?

Como identificar padrões de auto sabotagem nas suas relações

Nossas relações interpessoais são um reflexo de nossa relação com nós mesmos.

Quando há um sentimento de não merecimento, de baixa autoestima, de não se sentir bom o suficiente, é comum que o medo tome as rédeas da situação e assuma o controle sobre nossas decisões.

São exemplos de autossabotagem e podem acontecer com qualquer pessoa:

  • Não aceitar uma promoção ou uma proposta de trabalho melhor por medo de assumir responsabilidades e não ser bom o suficiente
  • Evitar um relacionamento mesmo quando há interesse genuíno e sentimentos profundos por medo de ser abandonado ou de não atender às expectativas do outro
  • Não expressar seu talento para o mundo por medo de ser ridicularizado, por acreditar que não é bom o bastante ou que ainda não é a hora certa

Você se identificou com alguma dessas situações?

Viva uma vida mais plena assumindo o controle sobre suas emoções

Se a sua resposta para a pergunta anterior foi sim, o curso Descomplica Relacionamentos é ideal para você!

Neste curso você  vai aprender técnicas que vão te permitir assumir o controle de suas emoções e utilizá-las para ter um relacionamento melhor consigo mesmo, bem como melhorar seus relacionamentos amorosos e interpessoais.

Você também pode se inscrever em nossa lista de transmissão gratuita e receber áudios especialmente sobre como pensamos e sentimos.

Eles vão ajudar você a se posicionar melhor em relação a seus sentimentos e relacionamentos.

Aprenda a eliminar a autossabotagem da sua vida e nunca mais perca uma oportunidade de se sentir feliz e realizado!

foco do problema

Você quer foco do problema ou você quer estímulos?

By | Equilíbrio Emocional | No Comments

“Energy flows where focus goes.”  Traduzindo: A energia flui para onde o foco vai. E você, anda colocando o seu foco no problema e sentindo tudo ficar mais pesado ao seu redor?

Anda se sentindo encurralado, sem criatividade, sugado, sem energia ou ânimo e ouvindo algo repetir no fundo da sua mente que você deveria largar tudo? Que nada está dando certo?

Não é por acaso. Quando o cérebro aprende a direcionar o foco para problemas, tudo o que o indivíduo passa a enxergar em si mesmo, nos outros e nas situações são problemas.

Entenda melhor:

Como funciona a priorização de estímulos

Existe uma hierarquia que rege nosso foco e nossa atenção.

O cérebro gasta uma quantidade de energia incrível para nos manter vivos e manter todos nossos sistemas operando.

Sendo assim, a única forma disso ser possível é através da priorização de estímulos. Que tem a ver com o foco e a atenção.

Somos incapazes de nos mantermos focados em tudo o que nos cerca e nos acontece a todo momento. É por isso que nosso cérebro vai selecionar aquilo que é relevante.

Quanto maior a relevância de um estímulo, mais atenção o cérebro vai despender para ele. E no caso, automaticamente, não vai disponibilizar tanta atenção assim para outros estímulos.

Manter o foco do problema, somente, é uma forma indireta de reforçar as associações corticais que ensinam para esse cérebro que aquilo que mais importa na vida são os problemas, de fato.

Quando uma pessoa apresenta um comportamento de vigilância e insegurança excessivos, quando está sempre identificando falhas e defeitos, possíveis cenários desastrosos e agindo sempre na defensiva e com receio, pode ser que essa pessoa esteja vivenciando essa dinâmica  em sua mente.

Ela vai acabar sempre prestando mais atenção nos aspectos negativos das situações do que nos positivos. E muitas vezes, ela acaba se tornando uma refém de seus próprios pensamentos negativos.

Priorização de foco, o que você ensina para o seu cérebro?

Existe uma forma de trabalhar essa situação e reverter esse cenário para que o indivíduo possa ter mais autonomia sobre suas emoções e decisões.

É possível otimizar essa priorização de estímulos e ensinar novas formas de agir, ser e pensar para o cérebro.

O cérebro gosta de ser estimulado, de aprender, para poder ,assim, criar mais repertório associativo e ser capaz de fazer interpretações mais apuradas e tomar decisões mais assertivas.

Focar no problema apenas, é uma forma de estagnação que paralisa o indivíduo e mina as oportunidades de vislumbrar soluções e pontos positivos em suas vivências e relações.

Confira alguns comportamentos que correspondem a essa situação:

  • A pessoa tem dificuldade de tomar decisões, pois não vê soluções e fica com medo.
  • A pessoa tende a se sentir muito fragilizada diante de desafios e críticas, tende a se cobrar muito e a exigir muito dos outros.
  • A pessoa se torna intolerante com erros e excessivamente

Se identificou com algum desses comportamentos?

Aprenda a se livrar dos pensamentos repetitivos que limitam seu potencial

Se você anda se sentindo paralisado pelo medo, perfeccionismo e sente que acaba colocando o seu foco em problemas, o curso Laboratório do Pensamento vai ajudar você a interromper os pensamentos repetitivos que limitam o seu potencial.

Você vai aprender técnicas específicas que vão  permitir que você assuma seu autocontrole para viver uma vida mais plena e mais saudável.

Você também pode receber áudios explicativos sobre como pensamos e sentimos na lista de transmissão gratuita, basta se inscrever pelo link!

Tire o foco no problema e crie soluções para sua vida!

 

Ansiedade, como identificar e resolver

By | Equilíbrio Emocional | No Comments

Pesquisas apontam que cada vez mais a população apresenta queixas de ansiedade.

Essa demanda afeta diretamente a qualidade de vida e possui implicações sérias para o indivíduo, sua saúde, vida pessoal, profissional e demais relações.

Trata-se de um estado de sofrimento que, quando não assistido, se agrava e pode tornar-se incapacitante.

Aprenda como identificar os sintomas e o que fazer para eliminá-los, e assim, ter uma vida mais plena, feliz e saudável.

O que é Ansiedade: Informações e Conceito

A ansiedade, à priori,pode ser entendida como uma resposta natural do corpo a um estímulo ameaçador.

Todavia, quando esta resposta se mantém de forma prolongada, passa a caracterizar um distúrbio que gera muitos prejuízos para a saúde e vida do indivíduo.

Entenda, nosso corpo e nossa mente possuem uma ligação intrínseca e essa relação se dá de forma orgânica, através das manifestações fisiológicas.

É assim que o cérebro dispara comandos, informações e respostas a estímulos, seja para o meio interno (nosso próprio organismo) ou externo (meio-ambiente), através da liberação de hormônios.

A ansiedade dispara no cérebro um sistema de alerta, que começa pela liberação de um hormônio chamado cortisol.

Em seguida, várias alterações fisiológicas vão acontecendo no organismo para este ficar mais preparado para uma possível necessidade de fuga ou luta.

É um mecanismo adaptativo que permitiu que a espécie sobrevivesse.

Todavia, essa liberação de cortisol só é favorável durante a presença de um estímulo ameaçador, ela deve cessar tão logo o estímulo desapareça.

O que acontece nos dias de hoje é que os estímulos considerados ameaçadores tornaram-se parte constante do dia a dia das pessoas: prazos, contas, questões familiares, relacionamentos, violência, demandas de produtividade excessivas… e outros.

Esses estímulos não se manifestam materialmente, mas assombram a mente das pessoas causando medo, frustrações e preocupação constante.

Em decorrência desses fatores, o estado ansioso pode vir a torna-se crônico, causando uma liberação sustentada de cortisol no organismo, que, por sua vez, passa a ser nociva para o indivíduo.

Quando esse transtorno se agrava, ele pode evoluir para ataques de pânico, depressão e favorece o surgimento de outras doenças psicossomáticas.

Como identificar os sintomas da Ansiedade

Os sintomas que esse estado de ansiedade causa no indivíduo são diversos e podem variar em manifestação e em intensidade. O indivíduo pode apresentar:

Em seu comportamento:

  • Instabilidade emocional
  • Estresse desproporcional ao evento
  • Inquietação, hipervigilância e irritabilidade

Na cognição:

  • Pensamento acelerado
  • Falta de concentração
  • Pensamentos indesejados repetitivos
  • Paralisação

No corpo:

  • Boca seca
  • Transpiração excessiva e tremores
  • Falta de ar e taquicardia
  • Mal estar, sensação de morte ou perigo iminente
  • Náuseas, medo incontrolável

E ainda é comum que o indivíduo apresente distúrbios do sono, como insônia e pesadelos.

Aprenda como eliminar a Ansiedade e ter uma vida mais plena

A ansiedade causa muito sofrimento, prejudica consideravelmente a qualidade de vida das pessoas e pode levar a consequências graves.

É importante saber que todos nós seres humanos estamos sujeitos a passar por crises em nossas vidas em diferentes momentos, e que não há vergonha alguma nisso.

Pelo contrário, o primeiro passo para eliminar esse transtorno da sua vida, e com isso, viver de forma mais plena e saudável é reaver seu autocontrole.

Se você está sofrendo com sintomas de ansiedade, o curso Laboratório do Pensamento é ideal para você. Neste curso, você vai aprender técnicas específicas para interromper o pensamento repetitivo.

Você também pode acessar a nossa lista de transmissão gratuita para receber áudios explicativos sobre como pensamos e sentimos. Basta se inscrever através deste link!

Aprenda como eliminar a ansiedade e viver a sua vida de forma mais plena e feliz!

ESTABILIDADE PROFISSIONAL: O QUE NUNCA NINGUÉM ME CONTOU SOBRE ISSO

By | Uncategorized | No Comments

Você sente necessidade de estabilidade profissional, financeira, afetiva e até mesmo emocional?

Você não está só!

A maior parte das pessoas buscam segurança. Buscamos segurança em todas as áreas da vida, isso é uma linha muito tênue com a estabilidade.

Afinal, queremos nos sentir estáveis!

Se você quer saber mais sobre esse assunto, continue lendo e aperte o cinto de segurança, vamos decolar e viajar para dentro das suas emoções…

estabilidade profissional

Momento de Refletir

Antes de entrar diretamente nesse tema eu separei aqui uma lista de perguntas para você responder:

  1. O que significa estabilidade?
  2. O que é um relacionamento estável?
  3. O que devo entender por saúde estável?
  4. Como ter um emprego estável?

Tem mais, vamos lá!

  1. O que você entende quando alguém diz que as coisas estão estáveis?
  2. Ou quando alguém diz que o fulano está na UTI, mas está estável?
  3. Eu vivo em uma união estável!
  4. Sou concursado e tenho estabilidade profissional!

Desde quando estabilidade é algo totalmente bom?

Você acredita que uma pessoa estável sente o coração vibrar, se sente feliz será que se sente mesmo realizado?

Eu entendo que estabilidade tem a ver com foco, no que é prioridade para na sua vida.

A sensação de estabilidade tem a ver com proteção. Quando estávamos no útero de nossa mãe, nos sentíamos protegidos. Chegamos a este mundo e parece que a qualquer momento, tudo que temos e somos pode mudar ou desmoronar.

Sim, temos uma região cerebral que ao mesmo tempo que nos protege, faz com que sintamos esse sentimento de instabilidade.

Mas o ponto mais importante é saber como se sentir bem, independente das situações. Alguns chamam de equilíbrio emocional.

Desde que me conheço por gente, pensava que precisava de “estabilidade profissional”.

Estudei muito para concursos, passei em vários e me exonerei de alguns. Trabalhei em grandes empresas, pedi demissão para assumir outro concurso porque teria ” estabilidade”.

Eu pensava que depois de alguns anos iria me aposentar naquele cargo e usufruiria todas as vantagens que um cargo público nos dá.

Mas, o mundo mudou e continua em transformação.

Cada vez mais as pessoas estão empreendendo, pois chegou a cultura de olhamos mais para nossos pontos fortes do que os fracos.

Já era tempo! Com isso, muitas pessoas descobriram habilidades preciosas e passaram a empreender. Ainda temos uma cultura a mudar: que o empreendedorismo não dá trabalho. Se não houver dedicação, empenho, se você não acreditar no seu sonho, em você mesmo e amor no que faz, não acontece.

Daí caímos nas estatísticas novamente que não dá para empreender nesse país e voltamos a buscar o “emprego estável.”

Mudei Tudo

Nessa minha caminhada do autoconhecimento cheguei a uma conclusão: o Universo não é estável. Somos surpreendidos a todo momento.

E a grande pergunta é: até quando nós, seres mortais, ficaremos buscando estabilidade nessa vida?

Há dois anos fundei a AtivaMente Assessoria porque senti que eu precisava ser quem eu realmente sou, precisava cumprir meu propósito de ensinar as pessoas alcançar seus objetivos pessoais, através do conhecimento do potencial cerebral, sem criar dependência profissional.

Conciliava minha profissão de treinadora mental com a de professora e psicopedagoga. Não tenho mais como. Precisei focar e ver o que realmente faz meu coração vibrar e onde consigo ver mais a transformação nas pessoas.

Percebi que não é ensinando língua portuguesa que vou fazer a diferença na vida de milhares de pessoas. Confesso que essa minha parte sonhadora de educadora querendo mudar o mundo, deu lugar a educadora de emoções, eu percebo que o mundo está mais carente e perdido nessa área e sinceramente, sinto que minha contribuição é maior.

Ainda sonho em reprogramar a mente de cada professor que entra para uma turma de alunos cheios de energia, só pensando em que acabe o período, acabe o ano letivo, acabe os 25 anos…continuo na utopia. Mas acredito que a educação é a única maneira de evolução: dos alunos, dos pais, dos professores, da sociedade.

E a educação mais importante é a educação emocional!

Ainda sonho em ver essa disciplina nos currículos escolares, pois é a única que o Sr. Google não pode responder porque para cada um, as respostas são diferentes e únicas e só são encontradas pesquisando dentro de si mesmos.

Nesse mês pedi mais uma exoneração de um emprego “estável”. Depois de 18 anos deixei de ser professora em escolas.

Sinto que o que me fascina na profissão de educadora emocional é o processo aprendizagem – ensinagem e entendo que sempre aprendo muito com cada pessoa que chega na minha vida.

E tenha certeza, eu sou muito grata a isso!

Percebo o quanto meu aluno pré adolescente me ensina e quanto o meu assessorado me mostra. Coisas que só quem acredita que educação é uma troca e quem ama estudar e aprender, entende.

Novo Conceito de Estabilidade Profissional

Hoje entendo que a sonhada estabilidade profissional é, para mim, um novo conceito: é sentir-me equilibrada em corpo, mente, alma e propósito de vida! Assim me sinto “estável”.

Entendo que minha estabilidade emocional faz com que tenha estabilidade financeira. Consigo atrair o que estou emanando e a minha estabilidade não depende de nada, nem de ninguém.

Hoje sou empreendedora de projetos, de sonhos, de vidas e isso me dá uma alegria empolgante. Sinto essa conexão imediatamente com quem se conecta com também buscar uma vida mais e leve e feliz.

Esse texto que era só para você refletir sobre o desejo de “estabilidade profissional” tomou um caráter muito pessoal.

Sem problemas! Estou compartilhando um pouco da minha história, dos meus pensamentos porque quero provocar que você pense sobre isso.

Em um evento recente sobre inovação, foi dito que chegaremos a ter em média 18 carreiras durante a vida. Isso é ótimo, não precisamos mais ficar em uma profissão, a qual nos formamos e acreditamos que teremos de nos aposentar nela.

Aposentar? Não, eu não desejo isso!

Já que cada vez somos mais empreendedores e sempre temos muito a aprender e ensinar.

Espero que com você também seja assim.

Minha experiência me mostrou que a estabilidade nos deixa acomodados, sem prazer, o mundo fica desbotado, então desejo que você ouça sua essência e não tenha medo de (re)começar.

Mantenha o foco!

Espero que tenha uma “estabilidade profissional provisória”: somente enquanto te fizer feliz!

E seu coração vibrar!

Obrigada por ter chego até aqui, desejo que esse texto tenha feito algum sentido para você.

Se gostou, compartilha com alguém que você ama e está precisando saber disso também.

Um grande abraço,

Luciana Rodrigues