fbpx
was successfully added to your cart.

Carrinho

COMO SABER SE VOCÊ TEM EQUILÍBRIO EMOCIONAL

By julho 12, 2018Equilíbrio Emocional

Você sabe quando está com algo tóxico no seu corpo porque se sente mal. Não importa se é uma intoxicação alimentar ou medicamentosa. Os efeitos colaterais e indesejáveis sempre aparecem. Quando você está com uma intoxicação emocional também é assim. E os efeitos são normalmente ansiedade, procrastinação e até doenças físicas mesmo. Como está sua vida emocional? Pare um minuto e reflita. Se você se sente mal em algumas algumas vezes no seu dia, provavelmente você esteja intoxicado emocionalmente. Vale observar os principais responsáveis por isso. Mas nunca se esqueça que a decisão de continuar intoxicado ou fazer uma desintoxicação na sua vida, é totalmente sua. Só você tem essa responsabilidade e poder de decisão de mudar seu padrão emocional. 

O que devemos observar para estarmos bem emocionalmente:

 

1) Nossos pensamentos

Normalmente ficamos intoxicados e temos sentimentos de baixa vibração como vergonha, culpa, tristeza, angústia, raiva, apatia e muitos outros porque nós mesmos criamos histórias de insucessos e rejeição dentro da nossa cabeça. Se pararmos para pensar a maioria dessas histórias nunca irão se realizar, mas já é o suficiente para ativarmos nossa amígdala cerebral e termos reações primitivas de lutar ou fugir e descarregar no nosso cérebro uma dose exagerada de cortisol, epinefrina e outras químicas de mal estar. Até percebermos que as histórias que estamos criando estão só na nossa mente, nosso corpo já está sofrendo os efeitos nocivos de dor. Mas isso é fácil de mudar quando nos autoconhecemos e entendemos um pouco mais sobre como nosso cérebro funciona. Mesmo tendo em torno de 60.000 pensamentos por dia, podemos mudar e interromper padrão de pensamento repetitivo e de baixa qualidade.

 

2) Nossos relacionamentos

Muitas vezes nossos relacionamentos nos intoxicam e não nos damos conta que não é o outro o responsável ou que não agiu da maneira que eu queria. É minha vibração que vai determinar o que estou ativando de melhor ou pior nesse outro. Não importa qual grau ou nível de relacionamento que está te deixando mal. Uma simples situação ou frase dita é o suficiente para fazer você produzir uma reação química e acabar com seu bem estar. Existem pessoas que convivemos que são extremamente negativas, que gostam de disseminar tragédias e adoram um conflito ou uma polêmica. Pergunte-se se seus relacionamentos estão te levando para onde você quer chegar ou estão prejudicando sua saúde física e emocional.

 

3) Conteúdo consumido

De acordo com o que consumimos nas mídias, leituras e estilo de vida podemos estar nos intoxicando. Sabemos que a televisão praticamente só exibe tragédias e programas que alienam as pessoas. Você tem consumido muito tempo com isso? Provavelmente você esteja intoxicado emocionalmente e nem tenha percebido que o que você assiste seja um agravante de sua intoxicação. Cada vez que você se envolve numa notícia triste, sua vibração irá baixar e você sentirá uma sensação de impotência. As leituras que você faz, os vídeos que você assiste  e as redes sociais te levam a um crescimento ou somente fazem você perder tempo? Se a segunda opção acontece, provavelmente você se sinta culpado ou apático e também pode estar se prejudicando. Pense nisso!

 

4) Comunicação energética

Nós temos a capacidade de nos comunicar com qualquer pessoa energeticamente, ativando o melhor ou pior dela. Quando nossa energia não está muito boa, é certo que também não irei ativar o melhor de quem estou me comunicando. E isso não acontece só pessoalmente. Quantas vezes numa mensagem de whatsapp percebemos a emoção que vem junto com a mensagem? Isso acontece o tempo todo. Queremos ter respostas melhores do outro, mas intoxicados por algumas emoções negativas, só iremos atrair pessoas no mesmo nível ou pior ainda, ativar a parte mais primitiva do outro.

 

5 ) Repetições

É muito comum termos os mesmos resultados na nossa vida em determinadas áreas. Isso acontece porque mesmo mudando a época, as pessoas, as situações, nós continuamos com as mesmas crenças e atraindo o mesmo perfil. Comigo aconteceu de eu terminar um namoro porque a pessoa era insegura. Uma semana depois, conheci outro que namorei por 3 meses. O motivo do término foi… porque ele era inseguro. Até que eu percebi que eu ativava essa insegurança neles por crenças limitantes minhas. Sim, foi uma transformação nos meus relacionamentos quando percebi isso porque daí sim, eu mudei meu padrão de pensamento, limpei minhas crenças limitantes e assim comecei a atrair parceiros como realmente queria.

Não estou dizendo que seja fácil fazer isso, até porque a autobservacão deve ser bem criteriosa, mas não há outra forma de modificarmos nossos resultados se não tomarmos consciência e fizermos algo para evoluir.

 

Leave a Reply